Anita Garibaldi

anita_garibaldi-e-giuseppe

Ana Maria de Jesus Ribeiro, era conhecida como Anita Garibaldi, nasceu em 30 de agosto de 1821, em Morrinhos do Mirim, que ate então era território do município de Laguna/SC. Casou-se pela primeira vez, em 1835,com o sapateiro Manoel Duarte de Aguiar. Com o surgimento, no rio Grande do Sul, do movimento dos farrapos contra a monarquia, Manoel aliou-se às forças imperiais e seguiu com o exército abandonando sua esposa. Ocorre em 1836 a Proclamação da República Rio Grandense, a necessidade de um porto marítimo motiva a tomada a Vila de Laguna.

No dia 22 de julho de 1839, as forças farroupilhas, com a ajuda de Giuseppe Garibaldi, tomaram a Vila e proclamaram a República Juliana. Aos 18 anos Ana Maria conhece o italiano Giuseppe, se apaixonam. Nascia naquele momento a heroína Ítalo-brasileira, que a lado do italiano começa a guerrear. Já no combate de Curitibanos em 15 de novembro de 1839, precisa fugir atravessando a nado Rio Canoas.
Anita morreu grávida, com seu estado de saúde precário, por volta das 19h45min, 4 de agosto de 1849, antes dos trinta anos de idade. Em sua memória foram erguidos monumentos em Roma, Ravenna, Porto Alegre, Belo Horizonte, Florianópolis, Laguna e Tubarão.

Em laguna temos alguns monumentos históricos homenageando Anita Garibaldi:

museu-casa-de-anita-laguna-sc-brasilMuseu Casa de Anita: Foi nessa casa que Anita Garibaldi vestiu-se para o seu primeiro casamento, com o sapateiro Manoel Duarte de Aguiar, em 1835. Foi construída em 1711 e atualmente funciona como museu, com um acervo que lembra a trajetória de Anita e seu romance com Giuseppe Garibaldi. Guarda, além de móveis da época e utensílios pessoais, uma urna com a terra da sepultura da heroína e o mastro do navio “Seival”, uma das embarcações transportadas por Giuseppe Garibaldi desde o interior do Rio Grande do Sul tomada de Laguna. A edificação foi restaurada na década de 1970 e transformada em relicário histórico.

Laguna museu anita garibaldi

Museu Histórico Anita Garibaldi: O Museu Anita Garibaldi encontra-se nesta edificação desde 31 de julho de 1949. Trata-se de um museu composto por um acervo eclético, destacando-se peças de alto valores arqueólogos encontrados nos sambaquis da região, entre outras, relacionadas à formação sociocultural lagunense, destacamos ainda os objetos pertencentes ao ilustre lagunense Jerônimo Francisco Coelho, o acervo discográfico e a gaita de Pedro Raymundo.

Ponte

O monumento mais recente é a Ponte de Laguna que será dado o nome da heroína lagunense Anita Garibaldi.

Texto redigido por: Uesler José Silva
Fonte: www.laguna.sc.gov.br/museus.php, http://www.pontedelaguna.com.br/site/historico.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s